68 milhões de brasileiros com a panela vazia e a saúde em colapso: a pandemia ainda não acabou. Pressione agora os parlamentares do seu Estado!




Você sabia que a quantidade de famílias passando fome no Brasil pode dobrar sem auxílio emergencial?

Pois é, e enquanto isso o governo federal não é capaz de apresentar nenhuma proposta decente pras mais de 68 milhões de pessoas que seguem com suas panelas vazias. Isso é inaceitável. Sabemos bem que quem tem fome, tem pressa! Já estamos em março e a população precisa do auxílio emergencial para conseguir sobreviver. Essa semana será determinante para o futuro do auxílio emergencial no Congresso e por isso, esse é o momento de mandarmos o nosso recado: queremos o auxílio emergencial de R$600 até o fim da pandemia JÁ!

O Brasil está enfrentando um dos piores momentos da Covid-19, com mais de mil mortes diárias, colapsos nos sistemas de saúde de vários estados e alto índice de desemprego no país. Somando-se a isso tudo, o preço da cesta básica disparou e o valor de R$250 para o auxílio proposto pelo governo não garante nem mesmo a alimentação de uma família.

Não aceitaremos mais um dia sem respostas sobre o auxílio emergencial! Essa semana será decisiva e por isso precisamos LOTAR a caixa de emails dos deputados e senadores e mostrar que a população está de olho. É simples: cada pessoa vai pressionar diretamente os deputados e senadores do seu estado, já que quando mexemos em suas bases eleitorais, eles sentem a pressão. Não vamos descansar enquanto não garantirmos condições dignas para as famílias brasileiras mais vulneráveis enfrentarem essa crise em 2021. Pressione agora pelo auxílio emergencial de R$600 enquanto durar a pandemia!














(fonte)









Quem assina a campanha

Essa é uma iniciativa da campanha Renda Básica Que Queremos, composta por 270 organizações, movimentos e instituições da sociedade civil. Quer assinar? É só preencher esse formulário.